Agnaldo Farias

6 de julho de 2016

Professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Foi curador do MAM-RJ (1998/2000), curador adjunto da 23ª Bienal de São Paulo (1996), da 1ª Bienal de Johannesburgo (1995) e curador da representação brasileira da 25ª Bienal de São Paulo (2002). Atualmente, é consultor de curadoria do Instituto Tomie Ohtake. Publicou As Naturezas do Artifício – Amélia Toledo (Editora W11, 2004), Daniel Senise -The piano factory (Andréa Jacobsen, 2003) e Arte brasileira hoje (Publifolha, 2002), entre outros livros.

Posts Recentes

Viagens na Lenda e na História

Plinio Freire Gomes

Três antigos e misteriosos viajantes povoaram o imaginário de muitos de nós, quando éramos crianças. Foram eles a trazer os presentes que enumerávamos solenemente, sem saber ao certo a sua serventia – ouro, incenso e mirra. Sabíamos, porém, que o tesouro se destinava ao menino da manjedoura. Ao menos tal era a cena que retratava […]

16 de junho de 2020

PANTANAL

Adriano Gambarini

Sempre tive uma relação mais do que fotográfica com o Pantanal, e talvez seja uma das regiões por onde mais viajei no Brasil. Tive o privilégio de atravessar os campos alagados na ultima viagem do lendário trem que partia de Bauru rumo à Bolívia, em 1988. Escutei histórias e lendas contadas por pantaneiros nas rodas […]

7 de maio de 2020

As Areias de Petra

Adriano Gambarini

  Se existe um país que nos remete à história de Aladins, princesas e tapetes voadores, este país é a Jordânia. Localizada na margem leste do Rio Jordão, guarda um dos mais fantásticos Patrimônios da Humanidade: as Ruínas de Petra. Outrora conhecida por ser um importante entreposto comercial, hoje guarda a história não contada de […]

17 de abril de 2020