Vagas Esgotadas

Armênia, Geórgia e Azerbaijão - E se Deus for mau? As influências do Zoroastrismo no Judaísmo e Cristianismo

Com Luiz Felipe Pondé5 a 19/04, 2020
Viagem Cultural

O Zoroastrismo é uma das religiões mais antigas do mundo e o Azerbaijão é um dos cenários mais importantes na história das origens dessa religião. Seu dualismo teológico e cosmológico impactaria tanto o Cristianismo dos primeiros séculos – período que tem a Armênia, primeiro país oficialmente convertido ao Cristianismo, ainda no ano 301, como principal cenário, tendo como exemplos máximos desse impacto as heresias gnóstica e maniqueia – quanto o Judaísmo, em busca do Messias na cabala dos séculos 16 e 17. Esse dualismo desafiará o monoteísmo judaico e cristão várias vezes na medida em que o princípio do Mal, no Zoroastrismo, tem uma existência autônoma, fato que tanto o Judaísmo como o Cristianismo negam. E se a Criação for fruto, parcialmente ou unicamente, de uma divindade má? O dualismo – a afirmação de um duplo princípio divino – será sempre uma sombra sobre os monoteísmos, quando esses tentam justificar a existência do Mal. A questão “E se Deus for mau?” se desdobrará em importantes inquietações éticas, políticas, fisiológicas, espirituais e históricas. Refletiremos sobre elas ao longo de nossa viagem. – Luiz Felipe Pondé

Quem acompanha

Luiz Felipe Pondé | | | | |

Luiz Felipe Pondé é Filósofo, Professor da FAAP e Diretor do Laboratório de Política, Comportamento e Mídia da PUC-SP. Foi professor convidado em Mística Medieval na Universidade de Marburg (2002 e 2003) e Sevilla (2004) e professor convidado em Humanidades e Ciências da Saúde na Escola Paulista de Medicina de 2007 a 2010. Mestre pela Universidade de Paris 8, […]

Saíba mais
Baixe o Roteiro Detalhado

Cadastre-se

Para receber nossas newsletters